FUNCIONAMENTO FAMILIAR, COPARENTALIDADE E AJUSTAMENTO DA CRIANÇA: ESTUDO COMPARATIVO INTERCULTURAL

Investigadores Integrado: Mónica Pires (I R)

 

Nas últimas décadas observamos mudanças significativas no seio familiar, resultantes de alterações demográficos, sociais, económicas e culturais. Independentemente da tipologia, a família desempenha um papel determinante para o desenvolvimento e adaptação dos seus elementos, nomeadamente, da criança. Estudos anteriores enfatizam a relação de interdependência entre a relação conjugal e o exercício da parentalidade e o seu impacto no ajustamento dos filhos. A cooperação ou o conflito parental numa situação de coparentalidade poderá facilitar o ajustamento da criança à separação parental ou, contrariamente potenciar a vulnerabilidade. Atualmente, observamos um aumento de situações pós-separação de residência alternada dos filhos. O principal objetivo deste projeto é apurar a relação entre variáveis familiares, a parentalidade, a coparentalidade com diversos regimes de responsabilidade parentais, e o ajustamento da criança na perspetiva de pais e mães de diferentes países. Pretendemos contribuir para os modelos teóricos de parentalidade, e fornecer informação útil para os profissionais que atuam em prol do bem-estar familiar e do interesse supremo da criança.

English English Português Português