Centro de Investigação em Psicologia

Bem vindos ao site do Centro de Investigação em Psicologia da Universidade Autónoma de Lisboa

Projectos de Investigação

Projectos em Curso

 

FAMÍLIAS AUTÓNOMAS: A TAYLORED MULTIDISCIPLINARY RESEARCH & INTERVENTION

As famílias multiproblemáticas apresentam diversos indicadores de vulnerabilidade, dificuldades de natureza diversa e padrões relacionais e comunicacionais disfuncionais que tendem a repetir-se transgeracionalmente. Estão, frequentemente, em situação de risco psicossocial e privação sociocultural crónica, perpetuando um ciclo de pobreza. Este projeto de metodologia mista, segue um delineamento investigação-ação que visa a promoção de competências e o empowerment familiar. “Dar poder” a estas famílias em situação vulnerável, mediante uma intervenção multidisciplinar centrada na família, contribuirá para a sua resiliência, maior autonomia, capacidade de auto-organização, de auto-regulação e de lidar com as problemáticas, promovendo a reflexão e a experienciação de novas formas de interação. O projeto inclui diversos momentos (avaliação inicial e do efeito da intervenção), incidindo em variáveis individuais e familiares.

Equipa

Investigadores Integrados

Mónica Pires (IR)


FATORES TRANSCULTURAIS DO BEM-ESTAR

A importância das relações para o bem-estar subjetivo: personalidade, vinculação, valores culturais, conceito de amor, satisfação/experiência relacional. A moderação da cultura: Portugal, Moçambique, Estados Unidos da América.

Equipa

Investigadores Integrados

Iolanda Costa Galinha (IR)


PROMOÇÃO DA QUALIDADE DAS RELAÇÕES INTERPESSOAIS, DA SAÚDE E DO BEM-ESTAR DOS PROFISSIONAIS DE SAÚDE.

Este estudo pretende contribuir para o incremento da qualidade das interações sociais no local de trabalho, da saúde e bem-estar dos vários profissionais de saúdo, como médicos, enfermeiros, assistentes operacionais e técnicos, bem como da retenção e qualidade dos cuidados prestados, aumentando assim a satisfação dos clientes. Trata-se de um estudo longitudinal de investigação-ação, de método misto.

O setor da saúde enfrenta grandes desafios sociais e económico-financeiros. A segurança dos clientes depende da qualidade dos cuidados prestados. Estes são afetados pela qualidade do ambiente de trabalho, que atualmente  apresenta indicadores preocupantes de níveis de stresse, incivilidade, insatisfação, burnout e intenção de abandonar a instituição ou a profissão. Trata-se de um projeto inovador, na medida em que: (1) contempla a equipa de saúde multidisciplinar; (2) integra um componente qualitativo que permite enriquecer o quantitativo e obter informações cruciais para a realização da intervenção; (3) inclui um programa de intervenção com duração de seis meses que visa promover efeitos positivos a nível individuais, grupal e organizacional; (4) tem natureza longitudinal, permitindo confirmar relações de causalidade entre as variáveis em estudo e avaliar a eficácia da intervenção; (5) engloba a transferência de know-how da equipa de investigação para elementos da instituição, permitindo um efeito mais duradouro.

Equipa

Investigadores Integrados

Tito Laneiro

José Magalhães

Luísa Ribeiro

Investigadores Colaboradores

Martina Nitzsche

Michael Leiter (Deakin University (Austrália)

Katerine Osatuke (NCOD/VHA, EUA)

Saúl de Jesus

Sandra Queiroz  (Escola Sup. Enfermagem S. Francisco das Misericórdias)


RELAÇÃO ENTRE QUALIDADE DO SONO, BULLYING, DESEMPENHO ACADÉMICO E COMPORTAMENTO EM SALA DE AULA EM CRIANÇAS DE IDADE ESCOLAR.

Estudar se existe relação entre as características e qualidade do sono e a existência ou não de comportamentos de bullying em crianças de idade escolar.

Equipa

Investigadores Integrados

Ana Gomes


REPOSITÓRIO DE INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO PARA APRENDENTES DE LÍNGUA SEGUNDA EM CONTEXTO EDUCATIVO.

Este projeto pretende preparar um conjunto de instrumentos de avaliação e de intervenção, com 15 tarefas linguísticas, visando os alunos aprendentes de Português como Língua não Materna (PLNM). Ferramentas de avaliação estão a ser aferidas para a população imigrante escolar portuguesa e serão, após validação, dispostas num repositório eletrónico de instrumentos ao serviço do sistema educativo nacional. As práticas escolares e o cenário lacunar de investigação na área dos processos e do processamento cognitivo em Língua Segunda é a base desta investigação que decorre na seguinte organização: (1) aplicação dos testes para validação; (2) análise dos dados e constituição de perfis cognitivos e linguísticos dos grupos de minorias linguísticas; (3) análise das representações dos professores na área de PLNM; (4) comparação com o sistema escolar americano e com os perfis cognitivos e linguísticos dos seus alunos; (5) construção do repositório de instrumentos.

Equipa

Investigadores Integrados

Sandra Figueiredo (IR)

Investigadores Colaboradores

Margarida Alves Martins (ISPA)

Carlos Fernandes (CINTESIS-UA)


DETERMINANTES PSICOSSOCIAIS DAS DIFERENÇAS INDIVIDUAIS E BURNOUT NO CUIDADOR DA PESSOA COM DEMÊNCIA: UM ESTUDO LONGITUDINAL

Cuidar é uma tarefa desafiante. A investigação mostra que cuidar de um familiar com demência está associado ao aumento do risco de sofrer perturbações mentais e físicas. Implica estar sob um processo de stresse crónico, capaz de alterar o funcionamento psicossocial dos cuidadores informais (CI). No entanto, os dados mostram uma grande variabilidade individual na forma como os CI lidam com essa experiência. Assim, é de grande importância identificar fatores (do doente, do cuidador e na relação doente-cuidador) que possam aumentar a vulnerabilidade ou a proteção contra os efeitos negativos do cuidado. O objetivo deste projeto é examinar e compreender melhor a variabilidade individual nas respostas dos CIs à tarefa de cuidar, numa amostra de doentes com demência e os seus cuidadores. Iremos caracterizar o funcionamento psicossocial dos CIs e explorar o papel desempenhado de diversas variáveis (vinculação, regulação emocional, coping, funcionamento familiar) na explicação das diferenças individuais. Através deste projeto, será possível identificar os CIs em maior risco, assim como reunir conhecimento para fundamentar o desenvolvimento de intervenções psicossociais dirigidas às necessidades dos CIs.

Investigadores integrados

Rute Brites (IR)

Odete Nunes

João Hipólito

Tânia Brandão

 

Investigador Convidado

Francisco Moniz Pereira (Centro Hospitalar Psiquiátrico de Lisboa)


BEM-ESTAR, ORIENTAÇÃO PARA A FELICIDADE & INCAPACIDADE ASSOCIADA À LOMBALGIA

A presente investigação pretende verificar os efeitos dos aspetos afectivos/cognitivos do bem-estar, aqui considerados respetivamente como felicidade subjetiva (Lyubormirsky & Lepper, 1999) e satisfação com a vida (Diener, Emmons, Larsen, & Griffin, 1985), sobre a incapacidade sentida/percebida a partir da lombalgia (Roland & Morris, 1983) em estudantes universitários e trabalhadores portugueses. Considerada como um grave problema de saúde para aqueles que a vivenciam e para a comunidade onde se inserem, também é uma disfunção responsável por elevados gastos anuais em seu tratamento e em licenças laborais (Monteiro, 2012). Nesta etapa inicial, pretende-se avaliar o papel da orientação para a felicidade (Peterson, Park, & Seligman, 2005) na relação entre o bem-estar (afetivo/cognitivo) e a perceção de incapacidade pela lombalgia. Será realizado um estudo empírico de natureza quantitativa e com a aplicação do protocolo de investigação em dois momentos, cuja recolha de dados será estruturada e operacionalizada através do método do inquérito, com recurso à técnica do questionário auto-administrado (Moreira, 2004). Será proposto um modelo estrutural de relações entre as variáveis estudadas. Pretende-se ampliar o conhecimento sobre antecedentes que possam contribuir para a prevenção da incapacidade criada a partir das lombalgias, expandindo a rede nomológica do conceito (Cronbach & Meehl, 1955).

Equipa

Investigadores Integrados

Joaquim Monteiro (IR)

Odete Nunes

Tânia Ferraro


AVALIAÇÃO DE SEVERIDADE DA PERTURBAÇÃO DE STRESS PÓS-TRAUMÁTICO (PSPT) NA POPULAÇÃO PORTUGUESA: VALIDAÇÃO PARA A POPULAÇÃO PORTUGUESA DO POSTTRAUMATIC STRESS DISORDER CHECKLIST 5 (PCL-5).

 

A avaliação, diagnóstico e monitorização da sintomatologia de PSPT são etapas basilares no trabalho clínico e de investigação a realizar pelos profissionais de saúde que trabalham em saúde mental e na área do trauma psicológico, nomeadamente os médicos psiquiatras e os psicólogos de clinica e saúde. Na avaliação da PSPT encontramos por um lado a escassez de instrumentos adaptados, validados e actualizados para a população portuguesa e, por outro lado, a escassez de versões reduzidas dos instrumentos de autorrelato, de aplicação rápida na prática clínica e com o propósito de triagem e monitorização dos indivíduos. Neste âmbito salientam-se dois instrumentos de utilidade clínica e congruentes com os critérios postulados no DSM-V, nomeadamente o PCL -5 (Weathers, Litz et al., 2013), instrumento de avaliação de sintomas e do diagnóstico provável de PSPT, e o National Stressful Events Survey PTSD Short Scale NSESSS-PTSD (Kilpatrick, Resnick & Friedman, 2013), utilizado na identificação do grau de severidade de sintomas de PSPT na população geral e clínica. O presente projeto de investigação tem como objetivos principais a tradução dos respetivos instrumentos para a língua portuguesa, bem como a sua validação e aferição para a população portuguesa, numa amostra abrangente de população civil e militar. Salientam-se os principais contributos para a prática clínica e investigação na temática de PSPT, em que se tornaria possível uma avaliação e diagnóstico mais fundamentados e congruentes com os critérios atuais, de utilidade não só para a população militar como também na população geral portuguesa.

Equipa

Investigadores Integrados

António Correia

João Hipólito

Odete Nunes


ESTUDO EXPERIMENTAL SOBRE O IMPACTO DE GRUPOS DE CANTO NO BEM-ESTAR, SAÚDE E FUNCIONAMENTO COGNITIVO DOS ADULTOS SENIORES

O canto é uma atividade multimodal que requer desempenho físico, cognitivo e psicossocial, com o potencial de melhorar a saúde dos adultos mais velhos em várias dimensões que promovem a sua atividade e a independência (Johnson et al., 2015). Estudos anteriores sugerem que o canto é benéfico para o seu bem-estar, porém, os fatores específicos responsáveis ​por esses benefícios permanecem incertos (Stewart & Lonsdale, 2016) porque a maioria desses estudos não permite inferências causais. São necessários mais estudos experimentais com grupo de controlo e medidas de follow-up para inferência causal e maior validade dos resultados (Apóstolo, Bobrowicz-Campos, Rodrigues, Castro, & Cardoso, 2016; Johnson et al., 2015; Skingley, Clift, Coulton, & Rodriguez, 2011). Neste estudo, implementamos e examinamos os efeitos de um programa de canto em grupo, para adultos mais velhos, com design experimental com grupo de controlo, sobre o bem-estar subjetivo, psicológico e social, o funcionamento cognitivo, a saúde física (biomarcadores), a procura de serviços de saúde e saúde percebida. Os participantes serão 100 idosos reformados (> 65 anos de idade) distribuídos aleatoriamente num grupo experimental (n = 50) e num de controlo (n = 50). A intervenção consistirá em 34 sessões bi-semanais de um programa de canto em grupo, durante quatro meses, e na preparação e apresentação de um espetáculo musical. As medidas serão recolhidas no início, no final da intervenção e num follow-up, 4 meses após a intervenção. Esperamos encontrar um efeito positivo do programa no bem-estar, na função cognitiva e na saúde dos participantes.

Equipa

Investigadores Integrados

Iolanda Galinha


EUROPE – ENSURING UNITY AND RESPECT AS OUTCOMES FOR PEOPLE

O objectivo geral do projecto EUROPE é melhorar, avaliar a relevância, o impacto e divulgar o Programa de Quiet Time (QTP) em diferentes contextos europeus. As principais atividades do projeto são: Implementação do QTP nas escolas europeias; Avaliar a capacidade do QTP de criar um ambiente de aprendizagem inclusivo e reduzir a violência e Apoiar professores e outros educadores a lidar com a crescente diversidade de alunos; Avaliar o QTP; Divulgar os resultados da implementação e do quadro de avaliação para apoiar a cooperação transnacional entre os parceiros envolvidos no projeto e as partes interessadas europeias interessadas no resultado do projeto, Consciencializar da importância do QTP; Estabelecer estruturas de apoio sustentadas, incluindo um centro especializado europeu para a implementação do QTP.

Equipa

Investigadores Integrados

Joana Vieira dos Santos

Investigadores Colaboradores

Luís Sérgio Vieira


FRIENDS – FOSTERING RESILIENCE – INCLUSIVE EDUCATION AND NON-DISCRIMINATION IN SCHOOLS

O projeto visa implementar e avaliar o Programa Quiet Time, que utiliza a técnica da Meditação Transcendental nas escolas, como forma de promover a tolerância e reduzir os comportamentos negativos entre populações diversas, como adolescentes e minorias em risco. A equipe de investigação da Universidade do Algarve avaliará a eficácia da abordagem do Quiet Time, implementada nas escolas regionais. A avaliação envolve a criação de uma estrutura de avaliação para o projeto. Estabelecerá até que ponto os resultados esperados se confirmam e avaliarão os procedimentos de implementação e as experiências dos participantes, com vistas a estabelecer um manual de melhores práticas para permitir que se possa aplicar o programa em qualquer escola ou universidade.

Equipa

Investigadores Integrados

Alexandra Gomes

Joana Vieira dos Santos

Investigadores Colaboradores

Luís Sérgio Vieira


MILAGE: MATEMÁTICA INTERATIVA IMPLEMENTANDO UM MODELO DE BLENDED-LEARNING COM REALIDADE AUMENTADA E GAME BOOKS

Neste projeto, pretendemos ampliar o ambiente de aprendizagem tradicional para um ambiente de sala de aula virtual que manterá os alunos conectados para aprender matemática, explorando ferramentas matemáticas motivadoras. Queremos aproveitar os dispositivos móveis para ensinar e aprender. Queremos implementar uma abordagem para o ensino e aprendizagem de matemática que também acomode a mecânica de jogos que é dupla: complexidade e detalhe. Terá três níveis diferentes de complexidade de problemas: inicial, intermédio e avançado. Por outro lado, cada problema terá dois níveis de explicações / resoluções: detalhado e conciso. Desta forma, todos os alunos serão acomodados num ambiente de aprendizagem centrado no aluno. Os alunos com baixo desempenho que podem ter dificuldade em aprender os materiais abordados na aula podem estudar e repetir os materiais quantas vezes precisarem. Os alunos terão acesso a problemas complexos e atividades que podem fornecer estímulo adicional para os alunos com melhor desempenho. Os professores também estarão mais confiantes para dar trabalhos de casa osa seus alunos. Com este projeto pretendemos fornecer o suporte para que possamos contribuir para a melhoria das habilidades de matemática de todos os alunos.

Equipa

Investigadores Integrados

Cátia Martins


CENTRO INTERNACIONAL SOBRE O ENVELHECIMENTO

A Comissão Europeia e o Conselho Europeu identificaram o envelhecimento como um dos principais desafios da sociedade, destacando a importância de encontrar respostas amplas a este fenómeno demográfico através de modelos sociais europeus. Neste contexto, foi criado o CENIE (Centro Internacional do Envelhecimento), cuja principal missão é consolidar-se como um centro de excelência internacional em pesquisa e inovação na área do envelhecimento, liderando, através da colaboração transfronteiriça, a promoção do conhecimento. e pesquisa nesta área.

Equipa

Investigadores Integrados

Gabriela Gonçalves