Centro de Investigação em Psicologia

Bem vindos ao site do Centro de Investigação em Psicologia da Universidade Autónoma de Lisboa

Instruções aos Autores

INSTRUÇÕES AOS AUTORES

Elaboração e submissão de artigos

A elaboração e submissão de artigos para a revista Psique subordina-se aos padrões científicos internacionais, de acordo com as seguintes condições:

  1. Os artigos submetidos para publicação têm de ser originais e inéditos. Os autores assinam uma declaração (Anexo 1) onde garantem:

A) Que realizaram o trabalho que apresentam e que são integralmente responsáveis pelo que está escrito nos artigos;

B) Que respeitaram os padrões éticos e metodológicos internacionais vigentes na área científica da Psicologia, propostos pela American Psychological Association (APA) e pela European Science Foundation (European Code of Conduct for Integrity of Research);

C) E que não submeteram o trabalho simultaneamente a outra revista para publicação.

D) A revista usará de todos os meios para garantir os anteriores critérios, designadamente, podendo pedir prova de documentos e através do uso de um software de plágio (Urkund). Os autores serão informados no caso de existirem indicadores de plágio, podendo pronunciar-se sobre esses indicadores antes da rejeição do artigo.

2. A Psique detém os direitos de autor sobre a publicação, no entanto, cada autor tem o copyright do seu próprio texto; no caso de o republicar mais tarde noutro local, pede-se a referência à publicação na Psique. A revista não procede a qualquer embargo dos artigos. O(s) autor(s) pode divulgar o artigo em sistemas de auto arquivo    ou em repositórios institucionais.

  1. Os artigos enviados para submissão devem ser remetidos em suporte eletrónico à Coordenação Editorial: Iolanda Costa Galinha (igalinha@autonoma.pt;psique@ual.pt).
  1. Na primeira página do artigo deve constar a nome completo do(s) autor(es), sem siglas, a respetiva filiação, local e país, bem como o(s) e-mail(s) de contacto de todos os autores do artigo.
  1. Os textos podem ser apresentados em português, castelhano, francês e inglês.
  1. Os artigos propostos são submetidos a um processo de arbitragem científica, de revisão cega por pares (blind peer review) feita por, pelo menos, dois especialistas (Doutorados em Psicologia) que fazem parte do Conselho Editorial da revista, e cuja maioria é externa à Universidade Autónoma de Lisboa.
  1. O processo de submissão e avaliação dos manuscritos submetidos seguirá os seguintes passos:
  • Os artigos são recebidos pelo Editor da revista e enviados para dois revisores. Os artigos serão enviados sem o nome dos autores para os revisores. Todo o processo de avaliação dos artigos é feito sob o anonimato dos autores para garantir uma “revisão cega por pares”. No processo de avaliação, os revisores também serão mantidos anónimos para os autores;
  • Os revisores avaliarão os artigos e expressarão a sua opinião sobre a qualidade do artigo, sobre a pertinência da sua publicação na revista e poderão indicar sugestões de melhoria tão específicas quanto possível para a reformulação do artigo. No caso das opiniões dos revisores serem discordantes, o Editor poderá decidir sobre a publicação, após a sua própria análise ao artigo, ou pode pedir um outro parecer a um terceiro revisor;
  • Os autores serão informados da decisão editorial, num período médio de três meses, que pode consistir em:
    • a) Aceite (o manuscrito foi aceite para publicação na sua forma atual);
    • b) Aceite condicionalmente, mediante pequenas reformulações, neste caso, após as alterações introduzidas, o artigo reformulado pode ser aceite pelo editor;
    • c) Convidado a re-submeter após reformulações substanciais (o tema interessa à revista, porém, o artigo necessita de uma reformulação profunda). Nestes casos, os autores são convidados a reformular o artigo de acordo com as sugestões dos revisores e a re-submeter à revista. Após a reformulação dos artigos, estes serão enviados novamente aos revisores para uma segunda avaliação;
    • d) Rejeitado (quando foi considerado que o manuscrito não cumpriu os critérios para publicação na revista).
  1. A linguagem de base para o envio dos ficheiros originais é “.doc”.
  1. A dimensão dos artigos tem um limite de 30 páginas, excluindo a lista de referências bibliográficas, tabelas e figuras.
  1. As imagens (esquemas, mapas, tabelas e gráficos) deverão ser referidos e identificados em obediência à última edição do Publication Manual of the American Psychological Association (APA).
  1. A estrutura dos artigos deve obedecer às regras da última edição do Manual de Publicações da APA. O título e o resumo devem ser escritos na língua original do artigo e em inglês, bem como as palavras-chave do artigo. O resumo tem uma dimensão limite até 200 palavras e seguem-se-lhe as palavras-chave, no máximo de cinco.
  1. As citações e referências bibliográficas são feitas de acordo com as normas da última edição do Manual de Publicações da APA, por exemplo:

A)    Artigos de Revista Científica: Herbst-Damm, K. L., & Kulik, J. A. (2005). Volunteer support, marital               status, and the survival times of terminally ill patients. Health Psychology, 24, 225–229. doi:                                 10.1037/0278-6133.24.2.225

B)    Livros de Autor:  Mitchell, T. R., & Larson, J. R., Jr. (1987). People in organizations: An introduction               to organizational behavior (3rd ed.). New York, NY: McGraw-Hill.

C)     Capítulos de Livros: Bjork, R. A. (1989). Retrieval inhibition as an adaptive mechanism in human               memory. In H. L. Roediger III & F. I. M. Craik (Eds.), Varieties of memory & consciousness (pp. 309–                       330). London, England: Erlbaum.

  1. Sempre que se justifique, sem prejuízo da sua inclusão no documento em “.doc”, os ficheiros originais dos quadros e figuras podem ser enviados em separado, em formato JPEG, TIFF ou XLS.
  1. As notas de rodapé são feitas de acordo com as normas da última edição do Manual de Publicações da APA.
  1. A Psique publica cinco tipos de artigos:

A)  Artigos empíricos que apresentam relatórios de investigações científicas originais.

B)  Artigos de revisão de literatura que desenvolvem análises críticas de material anteriormente publicado.

C)  Artigos teóricos em que o autor desenvolve avanços sobre teorias inovadoras ou anteriormente publicadas.

D)  Artigos metodológicos que apresentam novas abordagens metodológicas, modificação de métodos existentes ou discussões sobre as abordagens quantitativas ou qualitativas na investigação científica.

E)  Estudos de caso que reportam material de casos obtidos ao longo do trabalho com indivíduos, grupos, uma comunidade ou uma organização.

  1. A revista Psique tem um limite máximo de publicação de um artigo de um mesmo autor em cada volume.
  1. O conselho editorial da Psique, responsável pela avaliação dos artigos publicados, é constituído em, pelo menos, 75% por membros de instituições académicas externas à instituição de acolhimento da Psique.
  1. A publicação é semestral, com data de publicação de 1 de janeiro a 31 de junho e de 1 de julho a 31 de dezembro.
  1. A Psique subescreve os códigos de ética e boas práticas editoriais, designadamente:

O Code of Conduct and Best-Practice Guidelines for Journal Editors, do Committee on Publication Ethics – Committee on Publication Ethics (2011). Code of Conduct and Best-Practice Guidelines for Journal Editors. Retrieved from http://publicationethics.org/files/Code_of_conduct_for_journal_editors_Mar11.pdf

O White Paper on Promoting Integrity in Scientific Journal Publications, da Council of Science Editors – Scott-Lichter, D. & Editorial Policy Committee, Council of Science Editors (2012). CSE’s White Paper on Promoting Integrity in Scientific Journal Publications. Retrieved from https://www.councilscienceeditors.org/wp-content/uploads/entire_whitepaper.pdf

Para mais detalhes sobre obrigações éticas dos autores, revisores e coordenação editorial, consultar o separador Ética Editorial e Boas Práticas.

  1. Em nenhuma etapa do processo editorial se estabelecem custos para os autores. A Psique é uma publicação científica sem fins lucrativos.
  2. Em caso de publicação, os autores permitem o uso do seu trabalho através da utilização da licença creative commons, CC-BY  [https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/], que permite a cópia, distribuição e transmissão do conteúdo, assim como a sua adaptação para uso comercial.

Para o download da declaração de direitos autoriais, clique no seguinte link.

Declaraçao de Direitos Autoriais Para Publicaçao PSIQUE